ISSN 2359-4705

CHAMADA | BUSCA E OUTRAS EDIÇÕES | ENGLISH


Para ecoar silêncios, para silenciar um eco

Título: Para ecoar silêncios, para silenciar um eco


 

Autores: Núcleo de Leitura Fabulografias-ALB: Alessandra Melo, Angélica Brotto, Ana Bittencourt, Beatriz Barbosa, Cláudio Camargo, Maicon Rafael Braga – Coordenação: Profa. Dra. Alda Romaguera (Universidade de Sorocaba) e Profa. Dra. Alik Wunder (Faculdade de Educação – Unicamp)

Fotografias: Alik Wunder, Alessandra Melo e Cláudio Camargo

Instituição: Associação de Leitura do Brasil e Faculdade de Educação – Unicamp


 

Resumo: Poetizar roubando pedaços de versos e imagens que se deixam pregar nas/pelas paredes, teto, chão, portas, pias, vasos de um banheiro. Para ecoar silêncios… Azulejar dizeres deslocando olhares: provocações, estranhamentos e desejos coletivos de deixar marcas em sanitários. Um modo de intervir deslocando espaços e temporalidades em fragmentos de imagens e palavras. Como enveredar por experimentações com as linguagens quando se percebe, ao mesmo tempo, um excesso e uma falta de palavras e imagens para dizer de acontecimentos que nos abalam e silenciam? Como romper as ordens discursivas já dadas e enveredar pelo não-dito, por uma via de criação sensível? Como fazer ecoar vida desde dentro de um tenso silêncio que paira? A intervenção “Entre parênteses” foi resultado de criações ligadas ao Núcleo de Leitura da Associação de Leitura do Brasil – ALB (FAEPEX 2013) e ao projeto de extensão Fabulografias em Áfricas-cartões-postais (Faculdade de Educação – FAEPEX 2011). Desenvolvemos nestes projetos oficinas de criação fotográfica e poética, tendo o vento, a temática da cultura afro-brasileira e a filosofia deleuzeana como disparadores. Lançar-se ao acontecimento, pensamentos e composições poéticas e fotográficas, desafios de um espaço de experimentação coletiva em torno dos ventos que percorrem encontros. É um poema que dança, desliza sobre o tempo. A instalação-intervenção compôs imagens e textos adesivados em dois banheiros do Ginásio Multidisciplinar da Unicamp, durante o 19o Cole – Congresso de Leitura do Brasil, em de julho de 2014. Abrimos também um convite: uma janela para novas criações coletivas que resultaram em intervenções escritas pelos freqüentadores dos banheiros. O Núcleo de Leitura Fabulografias-ALB propõem-se a realizar encontros improváveis entre palavras, imagens, espaços e pessoas ligadas a grupos de cultura que tratam da temática afro-brasileira, artistas, alunos da graduação, pós-graduação e do ensino médio de escolas públicas, sempre em um movimento de criação coletiva aberta ao imprevisível. O processo de intervenção dos freqüentadores do banheiro foi fotografado durante o evento e trazem gestos inacabados deste devir poético e fotográfico lançado ao ventos.