Ter ciência | Tatiane Bertuzzi

Título | Ter ciência

Ter ciência de que a Ciência que se aprende e ensina, se sente também na barriga. As pequenas e grandes experiências cotidianas, que podem passar despercebidas, têm o potencial de nos reconectar com a natureza, de emocionar e são um portal para viver e compreender a Ciência com o corpo todo. O desafio é restabelecer a capacidade de sentir, de perceber e de ouvir. É o passo atrás, é a condição primeira e inegociável para se aprender-ensinar-existir com ciência. 


| FICHA TÉCNICA |

Nome | Tatiane Bertuzzi

Telefone | (55) 999890905

E-mail | tatibertuzzi@gmail.com

Ano | 2023

Ter ciência

A Ciência do menino que joga uma pedra no açude

E vê satisfeito a pedra quicar uma, duas, cinco vezes

A ciência do ângulo perfeito para um arremesso 

Que facilite a expressão da física

A Ciência que se aprende na excitação que vai do braço até a barriga

 

A Ciência que sabe a avó que nunca erra um bolo

Se falta açúcar, se sobra um ovo

Se o João quer de cenoura, mas a Maria prefere coco

A química, a mistura exata dos ingredientes

Que produz a ciência de que se compartilha afeto 

 

A Ciência de Manoel de Barros

Que decifra o hábito dos rios, das árvores e dos insetos

Que tem ciência da ecologia e da etologia, com o corpo todo

E traduz em poesia

A poesia da Ciência

 

A Ciência do banho de cachoeira

De observar uma árvore

Do adivinhar qual ave se acerca

De poder sentir a água, perceber a árvore, ouvir a ave

Em meio a tanta tela, ruído e teoria

 

Ter ciência de ser também matéria

De se alimentar também de sol

De que o que se passa por dentro

Quando se pensa, chora e ri 

É Ciência que se sente na cabeça, no pé, na barriga.

 

BERTUZZI, Tatiane. Ter ciência. ClimaCom – Ciência.Vida.Educação [online], Campinas, ano 10, n. 24. maio 2023. Available from: http://climacom.mudancasclimaticas.net.br/ter-ciencia/


 

SEÇÃO ARTE | CIÊNCIA.VIDA.EDUCAÇÃO | Ano 10, n. 24, 2023

ARQUIVO ARTE |TODAS EDIÇÕES ANTERIORES