Os pássaros dos sonhos | Rosilene Fonseca Pereira (Rosi Waikhon) e Alberto Luiz de Andrade Neto


Rosilene Fonseca Pereira (Rosi Waikhon)[1]

Alberto Luiz de Andrade Neto[2]

 

O presente ensaio está dividido em três partes. As duas primeiras são textos individuais – cada qual organizado ao seu modo – que apresentam reflexões e relatos que tratam sobre questões artísticas associadas às ontologias indígenas e às epidemias (Covid-19 e anteriores). Já a terceira parte é um exercício em que experimentamos uma escrita realizada a quatro mãos. Tal finalização guarda seus contrastes e, de algum modo, também tenta forjar aproximações possíveis entre diferentes experiências.

 

Ancestralidade, memórias de caminhadas e luto na luta através da arte

Rosilene Fonseca Pereira (Rosi Waikhon)

Arte não morre

Arte tem a leveza do voo dos pássaros

Não se enxerga o caminho do voo com olhos

Apenas sentimos e observarmos o pássaro passando

O artista vê aquele momento belo e quando lhe encontra passa horas conversando sobre pequenos detalhes

Assim foi o parente do povo Dessana Avô Feliciano Lana para outra dimensão e de lá está sorrindo…

Saudações eternas!

 

Escrevi essas palavras quando Seu Feliciano Lana faleceu.

Conheci Seu Feliciano Lana em um evento que ocorreu na Maloca da FOIRN (Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro), onde nos reuníamos para discutir questões do movimento indígena. Mas ele eu conheci em um momento especial de confraternização no final de ano. Tipo, dezembro. Não me lembro ao certo do ano. Foi organizada uma espécie de amigo oculto na Maloca. E eu e meu irmão fomos convidados a participar dessa confraternização (leia o ensaio completo em pdf).

 

Recebido em 19/10/2020

Aceito em 20/11/2020

 

[1] Doutoranda em Antropologia Social na Universidade Federal de Santa Catarina. Possui mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Amazonas (2013). Graduação em Licenciatura em Educação Infantil e Ensino Fundamental pela Universidade do Estado do Amazonas (2008). Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Amazonas (2012). E-mail: rosiwaikhon.ifp@gmail.com.

[2] Doutorando em Antropologia Social pelo Programa de Pós-graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGAS/UFSC). Mestre em Antropologia Social (PPGAS/UFSC) e bacharel em Museologia (UFSC). E-mail:  alberto_andrade_neto@hotmail.com.

 

 

Os pássaros dos sonhos

RESUMO: Junto à aquarela Avó do mundo indo lutar contra as doenças (2020) de Feliciano Lana, os apontamentos de Higino Tenório sobre a educação diferenciada para os povos indígenas, os trabalhos com miçangas de Ruth Cuthand e o cinema de Graciela Guarani, levantamos reflexões que trazem essas produções e seus questionamentos para as discussões sobre as epidemias (Covid-19 e anteriores). E é seguindo essas produções que também tentamos projetar horizontes para o futuro.

PALAVRAS-CHAVE: Ancestralidade indígena. Arte. Covid-19.

_______________________

The dream birds

ABSTRACT: Along with Feliciano Lana’s watercolor Avó do mundo indo lutar contra as doenças (2020), Higino Tenório’s notes on differentiated education for indigenous peoples, works with beads by Ruth Cuthand and the cinema by Graciela Guarani, we raised reflections that bring these productions and their questions to the discussions about epidemics (Covid-19 and previous). It is following these productions that we also try to project horizons for the future.

KEYWORDS: Art. Covid-19. Indigenous ancestry.


PEREIRA, Rosilene Fonseca; ANDRADE NETO, Alberto Luiz de. Os pássaros dos sonhos. ClimaCom – Epidemiologias [Online], Campinas, ano 7,  n. 19,  Dez.  2020. Available from: http://climacom.mudancasclimaticas.net.br/os-passaros-dos-sonhos/