Marina Mayumi | Água mole

Título | Água mole

diminuir o tom para tornar audível o não-humano. sussurrar. o mundo-uno escapa, sempre é, sempre está, sempre será. não foi porque está em contínuo girar, em dançar esplêndido, em borbulhante redemoinho de rochas moventes. a água gira e gira e gira para sempre. não vai parar até que mole desgaste dura pedra e aí então, talvez esse giro ganhe outras velocidades. outras rodas. outras ondulações. fluxos de carne-terra-vento-fogo-água de rio, de mar que criam passagens do humano para o terrano.

 

 


FICHA TÉCNICA

Título da obra: Água mole

Autora: Marina Mayumi

Edição: Marina Mayumi

Texto do livro Satélite de Carla Kinzo

País: Brasil

Ano: 2019

 

 


Marina Mayumi

Faculdade de Educação – Unicamp

E-mail: marinamayu@gmail.com

Celular: (11) 97100-5826

 

 

 

 

MAYUMI, Marina. Água mole. ClimaCom – Povos ouvir – a coragem da vergonha [online],  Campinas,  ano 6, n. 16. Dez. 2019 . Available from: http://climacom.mudancasclimaticas.net.br/marina-mayumi-agua-mole/


 

 

SEÇÃO ARTE | POVOS OUVIR – A CORAGEM DA VERGONHA | Ano 6, n. 16, 2019

ARQUIVO ARTE |TODAS EDIÇÕES ANTERIORES