Giovana Scareli | Ser-tão mundo: “O sertão está em toda parte”

Título: Ser-tão mundo: “O sertão está em toda parte”


O que pensamos quando a palavra sertão é proferida? Uma paisagem, uma letra de música, uma sensação, um filme. Quantos sertões se proliferam em nós ao ser enunciado? Queremos explorar a palavra/imagem sertão e o que podemos criar, inventar, afetados pelos sertões descritos na literatura e produzidos em imagens pelo cinema e fotografia. É possível imaginar outros sertões? Desterritorializar o sertão, retirá-lo do lugar geográfico para que, enfim, se torne um sentimento? Se “sertão: é dentro da gente”, como diz Guimarães Rosa, que sertões podem se proliferar de dentro da gente? As Oficinas “Ser-tão (m)eu, ser-tão mundo: ‘O sertão é sem lugar’”, foram realizadas no segundo semestre de 2018 e produziram 55 imagens. A proposta desta Oficina “Ser-tão mundo: ‘O sertão está em toda parte’” é voltar às imagens produzidas anteriormente, entretanto, há agora um conjunto maior de fotografias, feitas durante viagens a diferentes locais, principalmente, Portugal, por motivo do pós-doutoramento, quando me encontrava com os sertões mundo afora e além mar. A ideia é interferir nessas imagens, provocar o pensamento para exercitar novas “tentativas de expressão” (Merleau-Ponty, 1991, p. 71) dos sertões que estão “dentro da gente”, “em toda parte” ou um sertão que é “sem lugar” (Rosa, 2019). Um modo de pensar a contingência, como “um recomeço continuo, ou uma sequência de recomeços” (Pellejero, 2019), na medida em que podemos fugir das imagens clichês de “sertão” e deslocar essa palavra-lugar-sentimento em imagens outras. Produzir imagens distintas que agora não são mais o registro de um lugar, mas outra coisa, talvez símbolos, narrativas. Misturar os sertões, criar híbridos, coloridos, floridos, poéticos, desterritorializados e reterritorializados nessas composições.

 


Ficha técnica

Oficina: Ser-tão mundo: “O sertão está em toda parte”

Coordenação: Giovana Scareli

Organização e realização da oficina: Giovana Scareli, Leandro Belinaso Guimarães, Juliana Crispe, Espaço Cultural Armazém, Coletivo Elza e Grupo de Pesquisa Tecendo/UFSC.

Criações: Ana Maria Sgrott Rodrigues, Ariana Sousa de Moraes Sarmento, Catia Rosana Hansel, Cristiane Guimarães, Elisa Tonon, Fernanda Magalhães, Juliana Crispe, Leandro Belinaso Guimarães, Machaia Muhammade Mualaca.

Fotos: Giovana Scareli, Fernanda Magalhães, Juliana Crispe

Digitalização e preparação: Giovana Scareli e Pablo Quaglia

Local: Espaço Cultural Armazém – Florianópolis/SC
Data: 05/08/2019

 

 

 

 

 

SCARELI, Giovana. Ser-tão mundo: “O sertão está em toda parte”. ClimaCom – A Linguagem da Contingência [online],  Campinas,  ano. 6n. 15. Ago2019 . Available from: http://climacom.mudancasclimaticas.net.br/giovana-scarel…-em-toda-parte/


SEÇÃO ARTE | A LINGUAGEM DA CONTINGÊNCIA | Ano 6, n. 15, 2019

ARQUIVO ARTE |TODAS EDIÇÕES ANTERIORES