ANO 03 - N06 - "Territórios" ISSN 2359-4705

CHAMADA | BUSCA E OUTRAS EDIÇÕES | ENGLISH


Notas para uma cosmopolítica da imagem

Título: Notas para uma cosmopolítica da imagem


Mostra de filmes

Longe de almejarmos definir o que é uma cosmopolítica da imagem, aspiramos fazer deste modo de nomear uma certa ecologia de relações internas à imagem, um campo problemático e de experimentação onde possamos pensar na passagem de forças humanas e não humanas uma efetiva comunicação com o mundo, no sentido de uma propensão de afetar e ser afetados por este. Nesta intenção as mudanças climáticas aparecem como um acontecimento que nos violenta e nos força a sair das lógicas da representação onde a imagem é refém de uma vontade de mediação que a esconde por trás de julgamentos e clichês. Queremos fazer aparecer a imagem na sua legítima dimensão de potência de pensamento, onde ela nada pensa sobre, mas já é em si mesma pensamento em ato. Nada a ilustrar, mas sim um efetivo aparecer de forças e conglomerados energéticos que convergem e dão consistência à imagem como aliança de vida entre a superfície do filme e a superfície da Terra. Entre composições audiovisuais de convidados e da própria ClimaCom, queremos compartilhar com o público aquilo que começamos a nomear por Cosmopolíticas da Imagem, cada vídeo uma nota, um esboço sobre uma mesa de trabalho aberta e incerta que dispõe caminhos para compor entre heterogêneos modos de estar junto com e entre as imagens diante do que parece ser nosso precursor sombrio, a intrusão de Gaia (Stengers). Do incomensurável do mundo que deixa nossa percepção rarefata (Psychohydrography), passando por uma floresta que quer fagocitar a fala de Bruno Latour encontramos imagens que se jogam ao mar (Elixir) para entre cristais, para entre músicos e ciências (Laboratório de Futuros) poder pensar territórios, terras novas e porvir (Aquiescrituras, Extraterritorial) onde a catástrofe e os tempos que ela abre sejam ainda possibilidades de infinitos ((a)mares e ri(s)os), de fome de vida, e não simplesmente de sobrevida (Midas) .

Local: Casa da Ciência, Rio de Janeiro

Curadoria e bate-papo: Sebastian Wiedemann e Susana Dias – grupo multiTÃO do Labjor-Unicamp.

Data: 14/05

Programa:

60min

Psychohydrography de Peter Bo Rappmund 3min 2010 Estados Unidos

Bruno Latour – Filósofo e antropólogo de ClimaCom 8min 2015 Brasil

Elixir  de Marina Zurkow 5min 2009 Estados Unidos

Laboratório de futuros  de ClimaCom 12min 2016 Brasil

Aquiescrituras I  de Grupo Humor Aquoso 2min 2014 Brasil

Extraterritorial de Ж 4min 2015 Brasil

(a)mares e ri(s)os infinitos: preparos e ensaios com a catástrofe de ClimaCom 15min 2015 Brasil

Midas  de Armando Queiroz 10min 2010 Brasil

 

Projetos: Mudanças climáticas em experimentos interativos: comunicação e cultura científica (CNPq No. 458257/2013-3); Sub-projeto “Sub-rede Divulgação científica” da Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais (convênio FINEP/ Rede CLIMA 01.13.0353-00).