ANO 03 - N05 - "Vulnerabilidade"ANO 03 - N06 - "Territórios" ISSN 2359-4705

CHAMADA | BUSCA E OUTRAS EDIÇÕES | ENGLISH


Laboratórios de re-existências. Mesas de operações ao ar livre #2

Título: Laboratórios de re-existências. Mesas de operações ao ar livre


Fazer da palavra um laboratório de re-existências e da imagem uma mesa de operações ao ar livre. Fazer com que as superfícies vencidas de palavras e imagens se mostrem grávidas de outros mundos sensíveis que a lógica aceleracionista não é capaz de dar a perceber e sentir. Proposta à qual adicionamos um certo gosto pelas técnicas impuras, pelas manipulações improváveis, por uma rebeldia dos materiais, por um não saber muito bem de onde partir, nem onde chegar, com a certeza de que o problema da produção audiovisual na divulgação científica das mudanças climáticas é um problema de fazer com, de estar com, de pensar com os outros seres-coisas-do-mundo. Poderíamos dizer que se trata de uma série de experimentos sem garantias, que exigem muito preparo e disponibilidade para “fazer pegar de novo” – como se diz das plantas – a possibilidade de estar junto (Stengers, 2015); para, estando junto, ser digno de receber e cuidar do que nasce, quando os seres-coisas-do-mundo entram em arranjos nunca vistos (Haraway, 2016). Um chamado a que uma nova coleção de existências ganhe fôlego de vida.


Mesa de operações ao ar livre #2

Estamos desconectados da vida. Talvez esse seja o problema mais violento que enfrentamos com o que se tem chamado de “mudanças climáticas”, pois, diante dele, as certezas advindas de conhecimentos e práticas que herdamos tornam-se impotentes. Neste encontro, levamos para a rua exercícios de reconexão com a vida, com a proposta de compartilhar processos de trabalho com as imagens e palavras da revista ClimaCom. Processos que não pressupõem a vida como propriedade e atributo de seres e coisas de um mundo já formado, mas que assumem a libertação da vida como uma operação que cabe às imagens e às palavras, quando estas são tomadas como laboratórios de re-existências, de re-criação de mundos, em que o problema não é o mais o de comunicar estados de seres e coisas, mas o de entrar em comunicação com os seres e coisas de modo que, imagens e palavras se tornem capazes de entrar em conexão conosco. Toda uma vida de imagens e palavras que independe de nós, que faz de nós puras passagens.

Concepção: Susana Dias, Fernanda Pestana e Sebastian Wiedemann

Participantes: Glória Freitas, Dhadar Faseyi, Carolina Scartezini, Fernanda Pestana, Tatiana Plens, Ricarda Canozo, Sebastian Wiedemann, Vivian Marina e Susana Dias – Coletivo de pesquisa e criação multiTÃO (Labjor/Unicamp).

Fotografias: Tatiana Plens, Ricarda Canozo e Susana Dias

Local: Praça do Coco, Barão Geraldo, Campinas.

Data realização: 30/03

Projetos: Mudanças climáticas em experimentos interativos: comunicação e cultura científica (CNPq No. 458257/2013-3); Sub-projeto “Sub-rede Divulgação científica” da Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais (convênio FINEP/ Rede CLIMA 01.13.0353-00).