ISSN 2359-4705

CHAMADA | BUSCA E OUTRAS EDIÇÕES


Habitare

Título: Habitare


Resumo: O infinito do trabalho do tempo, que age sobre as estufas abandonadas, criadas pela ação humana sempre finita, demora-se nas coisas e nos seres, construindo paisagens que nada sabem das grandes catástrofes (esgotamento do solo? ausência de água?), que apenas ressoam entre os tecidos rasgados. Ali, nada se restringe, mas expande. O sol, o céu, o ar, a vegetação, tudo participa na construção deste viver, que é alheio aos modos como as gentes estão habituadas a se relacionar com o tempo de habitar. Sem regras, sem controle, sem isolamento, as estufas abandonadas criam corpos próprios, que se conectam com um tempo-espaço de habitar a terra que somente a elas pertence, mas que, de alguma forma, é compartilhado pelos outros seres. Já não são mais ilhas atmosféricas, já não são mais ilhas: são paisagens que se abrem para o (in)finito do habitar sobre a terra.


Autora: Beatriz Souza

Instituição: Universidad de La Laguna, Canárias, Espanha

Financiamento: Ciências Sem Fronteiras / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)


Esta publicação é uma contribuição da Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais financiado pelos projetos do CNPq Processo 550022/2014-7, CNPq No. 458257/2013-3 e FINEP Processo 01.13.0353.00